Lenine – Paciência

Letra original / traducida

Paciência

Mesmo quando tudo pede
Um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede
Um pouco mais de alma
A vida não para

Enquanto o tempo
Acelera e pede pressa
Eu me recuso, faço hora
Vou na valsa
A vida é tão rara

Enquanto todo mundo
Espera a cura do mal
E a loucura finge
Que isso tudo é normal
Eu finjo ter paciência

O mundo vai girando
Cada vez mais veloz
A gente espera do mundo
E o mundo espera de nós
Um pouco mais de paciência

Será que é tempo
Que lhe falta pra perceber?
Será que temos esse tempo
Pra perder?
E quem quer saber?
A vida é tão rara
Tão rara
Mesmo quando tudo pede
Um pouco mais de calma
Mesmo quando o corpo pede
Um pouco mais de alma
Eu sei, a vida não para
A vida não para não

Será que é tempo
Que lhe falta pra percebe?
Será que temos esse tempo
Pra perder?
E quem quer saber?
A vida é tão rara
Tão rara

Mesmo quando tudo pede
Um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede
Um pouco mais de alma
Eu sei, a vida não para
A vida não para não

A vida não para

Autores: Carlos Eduardo Carneiro De Albuquerque Falcao / Oswaldo Lenine Macedo Pimentel
Letra de Paciência © Universal Music Publishing Group


Paciencia

Incluso cuando todo pide
Un poco más de calma
Incluso cuando el cuerpo pide
Un poco más de alma
La vida no se detiene

Mientras que el tiempo
Acelera y pide prisa
Me niego, hago tiempo
Voy a ir al vals
La vida es tan rara

Mientras todo el mundo
Espera la cura del mal
Y la locura finge
Que todo esto es normal
Yo finjo tener paciencia

El mundo da vueltas
Cada vez más rápido
La gente espera del mundo
Y el mundo espera de nosotros
Un poco más de paciencia

¿Será que es el momento
Que te falta para entender?
¿Será que tenemos ese tiempo
Por perder?
¿Y quién quiere saberlo?
La vida es tan rara
Tan rara
Incluso cuando todo pide
Un poco más de calma
Incluso cuando el cuerpo pide
Un poco más de alma
Lo sé, la vida no se detiene
La vida no se detiene, no

¿Será que es el momento
Que te falta para entender?
¿Tenemos ese tiempo
Por perder?
¿Y quién quiere saberlo?
La vida es tan rara
Tan rara

Incluso cuando todo pide
Un poco más de calma
Incluso cuando el cuerpo pide
Un poco más de alma
Lo sé, la vida no se detiene
La vida no se detiene, no

La vida no se detiene

Compartir...

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

© 2021 LetrasTraducidas.org | Aviso Legal | Política de Cookies | Feed RRS | Contacto